7 dias em São Miguel com 2 crianças, o que não podem perder!


Já tinha ido aos Açores há alguns anos atrás e aquelas paisagens ficaram para sempre gravadas! Estive em São Jorge, no Pico e no Faial, e na altura desejei ficar a viver no Pico, de tão deslumbrada que fiquei! Claro que depois me passaria ao fim de um mês numa ilha pequena sem toda a actividade a que estou habituada em Lisboa!

A ilha de São Miguel já estava na wishlist há muito tempo, e achei que o Duarte ainda não pagar bilhete de avião era a mais uma vez a desculpa perfeita. O que nem acabou por acontecer porque fomos numa low cost, onde paga na mesma! Mas a viagem já estava alinhavada e decidida! Íamos 6 dias, que acabaram por ser 7 à última da hora por causa da oscilação dos preços da low cost! E foi perfeito porque chegámos mesmo a tempo de estrear o Sul Villas & Spa, no dia em que abriu ao público! Fomos os primeiros a estrear a cama, a mini piscina privada e a sujar o chão de bolachas! Yeahh! Sobre o alojamento farei um outro post!

À partida quem começa a planear uma viagem em família, com crianças, acha que quanto mais perto mais fácil, certo? Mas nem sempre é assim. Começa logo no avião: uma viagem mais curta significa menos espaço. Estamos todos mais apertados e com menos espaço para as pernas e para a alegria dos miúdos. Quando se entra num voo de long duração, são aviões bem maiores cheios de espaço e conforto, e com entretenimento a bordo! Isto para vos dizer que apesar de termos adorado, achei esta semana nos Açores em termos de logística não tão fácil como a nossa última viagem à Ásia! Pode parecer estranho mas tem a ver com o tipo de vida que se leva em cada sítio. Estar de calções e bikini o dia todo, entre mergulhos no mar, comer, dormir sestas é easy, certo? Andar de carro de um lado para o outro para poder visitar tudo o que queremos ver implica aquela logística de põe os miúdos nas cadeirinhas que amámos, e lidar com a grande probabilidade de haver sempre um miúdo que adormeceu (antes isso que uma birra) mas ainda assim pode fazer mudar os planos. Se calhar falo sobre isto noutro post!

Já que falei em carros, começo por aqui! Ir visitar São Miguel implica alugar um carro! Não há hipótese de outra maneira! Chegam ao aeroporto, levantam o carro e vão à vossa vida! Nós alugámos na Wayzor e foi tudo impecável! Escolhemos uma carrinha Golf, que ainda para mais estava nova, com duas cadeirinhas para os miúdos! Dá sempre jeito um carro maior porque acabámos sempre a mudar uma fralda na mala do carro, certo? Ainda consegui a proeza de perder as chaves do carro na Praia dos Areais de Santa Bárbara, e foram levar-nos a chave sobresselente 40 minutos depois! Não façam como eu sim? E se forem a este praia abram bem olho, quem sabe encontram a chave!

São Miguel tem tanto para ver que convém planear os dias, sobretudo se forem menos tempo. Diria que 4 dias já dá conhecer a ilha! Nós todas os dias dizíamos que íamos planear o dia seguinte à noite, e todas as noites ou adormecíamos com os miúdos ou íamos jantar fora! Normalmente sabíamos qual a primeira coisa a visitar, e daí decidimos o resto do dia! Dica: sacar a aplicação Spot Açores para o telemóvel ou ver no site para saber tempo na ilha, têm câmaras e tudo! Pode estar óptimo no vosso hotel e estar enevoado na Lagoa das 7 cidades! Nós nem precisamos muito porque nessa semana esteve óptimo tempo!!

O que não podem perder  em São Miguel, e alguns dos nossos preferidos:

  • Praia Areias de Santa Bárbara, jamais esqueceremos! Fomos logo no dia a seguir a chegarmos e o Miguel ficou louco com as ondas! Para quem faz surf, visita obrigatória! Há um rapaz super simpático que está lá sempre com uma carrinha a lugar pranchas e fatos! Para quem vai com crianças, também se está muito bem! Das mais bonitas praias que vimos lá, com óptimo acesso e com uma esplanada super simpática para um gelado ou cerveja! Porquê nunca mais esqueceremos? Foi onde perdi as chaves do carro! Posso lá ir daqui a 20 anos, que vou procurá-las!


  • Lagoa das Furnas, linda! A caminho das furnas, há a Lagoa e o Centro de Monitorização e Investigação das Furnas, uma obra bonita de arquitectura de Manuel Aires Mateus, que já ganhou prémios e fez capa de revistas de arquitectura! O bom de ter um arquitecto a viajar connosco! Depois ir ver a zona das Furnas com os cozidos a serem feitos! Quem quiser provar um cozido típico, é por ai que se almoça! Nós preferimos ir almoçar ao À Terra do Furnas Boutique Hotel que achámos super kids friendly: uma esplanada óptima, uma decoração linda  e comida muito boa! E pizzas para miúdos! E eu não aguento não ir ver os hotéis por dentro!

  • Parque Terra Nostra, lindo de morrer! Paga-se bilhete, mas vale mesmo a pena! Jardins com um verde incrível, lagoas, patos e uma piscina de água férrea  amarela e quente, óptima para um banho! Levar fato de banho escuro ou velho, porque vai ficar amarelo! Bilhetes: 8€ adultos, 4€ crianças e até aos  2 anos não pagam!


  • Lagoa das 7 cidades e o abandonado  Hotel Monte Palace, a imagem qua mais vemos de São Miguel e onde é obrigatório ir! Uma pintura autêntica! O Hotel Monte Palace está abandonado há anos, é incrível e triste assistir ao cenário de destruição e imaginar o hotel nos seus tempos auréos! As boas notícias é que parece que foi comprado e vai ser recuperado! Se quiserem ler sobre a sua história, cliquemos aqui! Sugiro que desçam à Lagoa mesmo que é muito bonita, e um belo sítio para fazer um picnic. Há lá um restaurante mas achei a comida má, só mesmo para um refresco e gelados! Ao lado, há Casas da Lagoa que podem ver, um projecto bem giro , apesar de falhado do arquitecto Souto Moura.



  • Arruda Ananasesna terra dos ananases, das vacas e do chá há que visitar o melhor que São Miguel produz! E as estufas Ananases Arruda são uma belíssima surpresa! Para além de aprendermos mais sobre a sua produção, as estufas são super giras, tem uma loja incrível tipo bazar cheio de bom gosto e um bolo de ananás delicioso!

  • Poça da Dona Beijaum espaço lindo com piscinas de água quente termal, super bem arranjado e inserido no meio da natureza! Para mim, do melhor sítio para um banho quente! Não aproveitámos tanto quanto queríamos porque  o Vasco fez birra e nem sequer quis entrar, mas amei! Fomos ao fim do dia, fomos jantar ao restaurante Ponta do Garajau, dos meus preferidos da ilha e voltámos lá para ver o ambiente à noite! Está aberto até às 23h, e podem sair e voltar a entrar no mesmo dia!


  • Fábrica de Chá Gorreanaé giro conhecer o processo de produção de chá, mas mais ainda as plantações de chá! Muito bonito, óptimo para brincar às escondidas com os miúdos, para sentir o cheiro e para tirar fotografias lindas!

 

 

 

  • Ilhéu de Vila Franca do Campo, ai os nervos que me deu neste dia! Há barcos para o ilhéu de hora a hora! Nós chegámos em cima do 12h e já não deu para apanharmos o barco. Aproveitámos para ir visitar a Ermida da Nossa Senhora da Paz que é linda, vão! Voltámos para a marina, comprámos umas sandes para o almoço e quando chegámos para comprar os bilhetes, o barco já tinha partido! Ups! Só fomos no barco das 14h, demora-se uns 10/15 minutos a lá chegar! O que podem esperar quando lá chegam? É uma espécie de baía pequena com um areal mini! Não há muitos sítios para estender a toalha, mas é giro para ir passar duas horas! Costuma estar mais calor do que na ilha! Voltámos no barco das 16h!

  • Lagoa do Canário, linda! Há um portão que fecha às 19h, chegámos 20 minutos depois mas saltámos o muro e fomos na mesma, porque não iríamos voltar! Desce-se em 3 minutos, é de uma paz e beleza incrível! Mas também não estava lá mais ninguém! Estivemos a brincar às escondidas, e sentimo-nos os perdidos numa ilha deserta! Priceless! Perto da Lagoa, há o Miradouro da Grota do Inferno que tem um vista incrível para várias lagoas!


 

  • Caldeira Velha, com uma vegetação incrível, são também piscinas de água termal quente e uma cascata! Paga-se 3€ para entrar, 8€ se quiserem tomar banho! Vale a pena a visita mas gostei mais do banho na Poça da Dona Beija!


  • Miradouros, todos! Quando virem um miradouro. parem o carro e vão ver! Alguns é de ficar de boca aberta e a máquina sem parar a a disparar! E parar para ver as vaquinhas que estão pela ilha toda e são deliciosas!

 

Et voilá o nosso roteiro numa ilha maravilhosa cheia de coisas para ver e fazer! Como o post já vai longo, deixo as dicas dos restaurantes e hóteis para o próximo!  E as vossas dicas da ilha? Contem-me tudo que vamos voltar!

Sofi ♥

 

Seguir:
Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *